Sobre a Colômbia paira uma fama que nenhum país aberto ao turismo gostaria de ter. Quem nunca lá foi diz que é um destino perigoso, ligado ao tráfico de drogas e marcado por inúmeros e constantes raptos e homícidios, e que quem o visita é um aventureiro sem noção do perigo. Quem já a visitou volta para casa com uma promessa feita aos Colombianos de fazer tudo ao seu alcance para limpar a reputação do seu país, e de mostrar ao mundo o quão hospitaleira, maravilhosa e inesquecível a Colômbia é na realidade hoje em dia

A Colômbia oferece a quem a visita paisagens de beleza ímpar, tradições vivas, um povo carinhoso e generoso e a sensação de se estar num dos grandes paraísos naturais do mundo. Neste artigo encontras um Guia de Viagem repleto de dicas úteis sobre a Colômbia, que te ajudará a planear da melhor forma uma viagem a este país incrível.

Localização

Com uma área equivalente ao dobro da Alemanha, que a transforma no 25º maior país do mundo, a Colômbia está localizada na América do Sul e faz fronteira com o Equador, Peru, Venezuela, Brasil e Panamá. É banhada a norte pelo mar das Caraíbas e a oeste pelo Oceano Pacífico.

Situação Político-Social

Manifestação na Colômbia contra FARC em 2008

Manifestação contra FARC em 2008 | Foto de AlCortés / Flickr

Depois de 5 décadas de guerra civil, que teve origem numa luta entre liberais e conservadores iniciada em 1948, chamada “La Violencia”, o governo colombiano celebrou em Havana, em 2016, um acordo de paz com as FARC – Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, que fez com que hoje em dia turistas de todo o mundo possam visitar grande parte do território colombiano livremente. Ninguém diria há 5 anos atrás que hoje a Colômbia estaria em vias de se tornar num dos destinos turísticos mais interessantes do mundo.

Em agosto de 2019 foi no entanto publicado um video onde alguns ex-membros das FARC ameaçam um regresso às armas, devido ao alegado fracasso por parte do governo colombiano no cumprimento das promessas feitas no acordo de paz de 2016. Esta ameaça foi duramente criticada pelas FARC oficiais que hoje constituem um partido político na Colômbia. A situação por enquanto está estável, mas convém ir acompanhando os acontecimentos.

Língua na Colômbia

A lingua oficial da Colômbia é o espanhol, falado por 99,2% da população. É um espanhol diferente do que é falado em Espanha, com várias palavras diferentes das usadas no país “conquistador”, e uma pronúncia quase cantada que se torna mais fácil de entender para os portugueses (e brasileiros). O inglês é ainda pouco falado pelos colombianos, pelo que te aconselho vivamente a tirares um pequeno curso de espanhol antes de ires para lá, ou a treinares aquele que já sabes, para que aproveites melhor a viagem.

Algumas expressões/palavras no espanhol colombiano:

  • A la orden | Ao dispôr
  • Buen día | Bom dia
  • Oka | OK
  • No des papaya | Não te ponhas a jeito para seres roubado ou enganado
  • Que chevere | Que fixe!
  • Rumbear | Sair à noite, ir dançar
  • Gringo | Estrangeiro
  • M’ijo / M’ija | Tratamento carinhoso, meu filho, minha filha
  • Estar enguaybado | Estar de ressaca
  • Echar los perros | Flirtar com alguém

Clima na Colômbia

Vista sobre o Vale de Cocora na ColômbiaO clima na Colômbia varia bastante dependendo da zona do país. Com uma variedade tão grande de paisagens que vão desde praias tropicais banhadas pelo mar das Caraíbas, a densas selvas e desertos, até montanhas, seria de esperar que o clima fosse igualmente diversificado. Mas de uma forma geral, dentro de cada região, o clima mantém-se relativamente estável a nível de temperaturas ao longo do ano.

Por se encontrar perto do equador, não existem propriamente estações do ano na Colômbia, existem meses mais chuvosos do que outros (2 épocas das chuvas e 2 épocas secas). O clima varia ao longo do ano apenas de acordo com a altitude e localização. As cidades junto à costa, como Cartagena ou Santa Marta, apresentam climas mais quentes e húmidos enquanto que as zonas de montanha, a uma maior altitude, como Bogotá por exemplo, apresentam um clima mais frio e chuvoso.

A principal época seca decorre habitualmente de dezembro a março. Esta é considerada a época alta a nível de turismo no país. De abril a junho decorre a primeira época das chuvas que é marcada por chuva frequente mas normalmente seguida por períodos de sol. A segunda época seca tem início em julho e termina em setembro e a principal época das chuvas tem lugar nos meses de outubro a dezembro sendo marcada por fortes chuvadas.

É sempre bom encher a mala/mochila de roupa variada e adequada aos vários tipos de clima. Eu viajei pela Colômbia em setembro e apanhei todo o tipo de climas, sendo que a zona mais fria que visitei foi de facto Bogotá, com temperaturas entre os 17º e os 9º. A zona costeira e o deserto apresentavam temperaturas bastante altas (máximas entre os 30º e os 40º). Apanhei pelo menos um dia de chuva em praticamente todas as regiões que visitei, à exceção de Medellín, no entanto era uma chuva que durava apenas algumas horas.

Dinheiro na Colômbia

A moeda oficial na Colômbia é o Peso Colombiano (COP$) (vê taxa de câmbio aqui). As notas dividem-se por COP$1000, COP$2000, COP$5000, COP$10.000, COP$50.000 e COP$100.000, e as moedas por COP$100, COP$200, COP$500 e COP$1000. Verifica especialmente bem as notas antes de pagares e quando te derem troco. O país está neste momento em fase de transição de notas e especialmente as de $1000 podem ser confundidas com as de $10.000.

Existem vários multibancos espalhados por todo o país, à exceção de zonas mais remotas, e os cartões de crédito/débito VISA ou Mastercard são aceites em muitos locais, desde lojas, a restaurantes e hotéis. 

Caso optes por levar euros/reais contigo, poderás trocá-los em alguns bancos ou em casas de câmbio espalhadas por todo o país. Eu optei por usar apenas o meu cartão pré-pago Revolut nesta viagem, para evitar taxas de câmbio menos favoráveis e poupar dinheiro em levantamentos e pagamentos (levantamentos sem taxas até €200 no cartão standard ou €400 no caso do cartão premium). Foi a primeira vez que o usei e revelou-se bastante prático. A app dá-te ainda uma análise dos teus gastos em viagem o que te permite ir controlando o teu orçamento. Para pedires o teu cartão Revolut sem custos associados, clica aqui: Cartão Revolut.

(Nota: a diferença entre o Revolut e um cartão bancário normal a nivel de taxas é que com o Revolut não pagas taxas ao levantares dinheiro até aos máximos pré-definidos, mas é importante teres em atenção que terás sempre de pagar as eventuais taxas de levantamento dos bancos do destino onde te encontras)

Preços médios (valores de 2019):

  • 1 refeição num restaurante local: COP$10.000 (€3)
  • 1 refeição num restaurante médio: COP$40.000 (€10)
  • 1 garrafa de água: COP$2.000 (€0,50)
  • 1 cerveja local: COP$4.000 (€1)
  • Tarifa média de hotel: COP$76.000 (€20)

Lê também o artigo
Quanto custa Viajar pela Colômbia 

Cuidados de Saúde na Colômbia

Paisagem do Valle de Cocora na ColômbiaÀ exceção da vacina contra a febre amarela que é obrigatória desde abril de 2017 para todos os que planeiam visitar as zonas de selva (no caso de cidadãos brasileiros esta vacina é obrigatória para entrada no país), como na zona de Magdalena (Parque Tayrona), Chocó, Amazonas, Antioquia ou no Norte de Santander, todas as outras vacinas são apenas recomendadas (febre tifóide, hepatite A e B, raiva e tétano). Aconselho que faças uma Consulta do Viajante antes de partires, para que possas levar contigo todos os medicamentos necessários e adequados.

Na costa do Pacífico e Amazonas existe malária, pelo que se aconselha a profilaxia da malária e um repelente com um minimo de 50% de DEET. Eu fui bastante picada por mosquitos durante a minha viagem, cujas marcas só passaram quase 2 semanas depois de ter voltado, por isso não te desleixes em relação ao repelente e opta por roupas claras, calças sempre que possível, especialmente ao amanhecer e final da tarde, e evita zonas de águas paradas.

Não te aconselho a beberes água da torneira e evita ao máximo tudo o que tenha gelo ou sumos diluídos. Se tiveres um estômago particularmente sensível, lava os dentes também com água engarrafada. Eu acabei por voltar com uma grande gastroenterite para casa que suspeito ter sido causada por um chá com gelo que bebi em Santa Marta.

E acima de tudo não vás para a Colômbia sem um Seguro de Viagem. Eu viajei com um Seguro da IATI Seguros, um dos mais completos e com melhor serviço do mercado. Atendimento em português, sem franquias e com boas coberturas. Aproveita o desconto de 5% ao contratares o teu seguro através deste link: Seguro de Viagem IATI.

Lê também o artigo

Consulta do Viajante e Cuidados de Saúde em Viagem

Visto para a Colômbia

Os cidadãos portugueses não necessitam de visto para entrada na Colômbia para estadias até 90 dias, desde que o propósito da viagem seja turismo. Os cidadãos brasileiros também não necessitam de visto para estadias ayé 180 dias.

À chegada à Colômbia são-te colocadas várias questões no posto de Imigração, em relação aos dias que planeias ficar por lá, onde vais ficar, se vais viajar sozinha ou não. Não me aconteceu, mas poderão eventualmente pedir-te comprovativo de bilhete de regresso.

Transportes na Colômbia

Táxi na Comuna 13 em Medellín na ColômbiaSão vários os tipos de transporte que encontras na Colômbia, mais ou menos adequados a todo o tipo de viagens, sejam elas longas ou curtas. Os meios de transporte mais comuns na Colômbia são o táxi, o avião, os autocarros e os chamados “colectivos“.

De uma forma geral os colombianos conduzem de forma totalmente alucinada, pelo que tentei evitar ao máximo viagens longas de autocarro. Foram várias as vezes que vi a vida a passar-me em frente aos olhos durante a minha viagem. Grande parte das estradas também não se encontram nas melhores condições, o que faz com que as viagens demorem sempre mais tempo do que o suposto.

Caso tenhas pouco tempo de viagem e um orçamento um pouco mais flexível, então sugiro que optes pelo avião para as deslocações mais longas dentro do país. Existem várias companhias aéreas que ligam toda a Colômbia como a Viva Colombia (Viva Air), a LATAM, a EasyFly, a Satena e a Wingo. Para encontrares os melhores preços podes fazer uma pesquisa prévia pelo Skyscanner.

Dentro das localidades verás muitos “colectivos“. Autocarros de pequenas dimensões, de propriedade privada, cujos proprietários os usam para transportar pessoas em curtas distâncias, arrecadando todos os lucros para si. As tarifas são muito baixas e são pagas a um colaborador que vai gritando os destinos ao passar pelas pessoas na rua e que recolhe o dinheiro ao percorrer o interior do veículo sempre que entra alguém. Como não existem paragens de “colectivos“, estes podem ser mandados parar em qualquer lugar da rua/estrada.

Lê também o  artigo
Como Viajar dentro da Colômbia

Comida na Colômbia

Comida típica da ColômbiaSe há coisa que não falta na comida tradicional colombiana são calorias e gorduras. Muitas! A carne está presente na maior parte dos pratos tradicionais, assim como os fritos. O mesmo já não se pode dizer dos vegetais, algo que é bastante raro ver. Se a achei deliciosa? Sim, a grande maioria dos pratos é deliciosa, mas não sei se conseguiria passar muito mais tempo a comer apenas comida tradicional Colombiana. Acho que as minhas artérias não aguentavam! 

Estes são alguns dos pratos/iguarias que tens de provar na tua viagem pela Colômbia:

  • Empanadas. Com vários tipos de recheios, a empanada deve idealmente ser acompanhada por vários tipos de molhos que se vão colocando no seu interior após cada dentada. São deliciosas!
  • Bandeja Paisa.  Não pode haver prato mais completo que este! Tipico da região de Antioquia, é composto por arroz, carne, feijão, chouriço, morcela, ovo estrelado, abacate, banana e arepa.
  • Ajiaco. Esta não é, definitivamente, a sopa levezinha que comemos antes de ir dormir. É uma sopa consistente feita de pedaços de galinha, batatas e milho, e acompanhada por arroz branco, abacate, alcaparras, natas e banana.
  • Arepa. Uma espécie de pão de milho que acompanha normalmente as refeições. As normais não têm grande sabor, mas podes sempre pedir uma arepa doce ou com queijo, o que lhe dá um pouco mais de graça.
  • Tamale. Uma mistura de uma massa de milho ou arroz, com grão, galinha, porco, ovo e vegetais, envolvida por uma folha de bananeira que é levada a cozer no vapor por várias horas. Coisa levezinha portanto.

Alojamento na Colômbia

Vista da Casa Elemento em Minca na ColômbiaDe uma forma geral os alojamentos na Colômbia têm uma qualidade inferior ao que poderíamos esperar cá, pelo que é necessário ter alguma atenção na escolha. As camas nem sempre são as mais confortáveis, o Wi-Fi nem sempre o melhor e foram várias as vezes em que apenas encontrei a torneira da água fria no duche. Se estiveres disposta a pagar um pouco mais, de certeza que encontras boas opções sem nenhum destes problemas, mas para quem quer controlar o orçamento, por vezes a escolha revela-se algo complicada.

Para ajudar, abaixo deixo a indicação de alguns hotéis em que fiquei nos vários destinos por onde passei na Colômbia, para referência.

Bogotá

> Casa Candilejas

Fachada da Casa Candilejas em Bogotá, Colombia
Pros: Quartos confortáveis, boa localização no bairro da Candelaria, staff simpático, bom pequeno-almoço

Cons: Wi-Fi fraco, os quartos do piso inferior são afetados por algum barulho vindo da zona da receção.

Ver mais da Casa Candilejas

Outras opções de Alojamento em Bogotá

Salento (Valle de Cocora)

> Hostal El Zorzal

Entrada do Hostal Zorzal em Salento na ColômbiaPros: Boa localização em frente ao terminal de autocarros, staff simpático, ambiente rural tranquilo, bom pequeno-almoço

Cons: Camas pouco confortáveis (talvez dependa do quarto), sem água quente no duche, Wi-Fi fraco

Ver mais do Hostal El Zorzal

Outras opções de Alojamento em Salento

Medellín

> Hotel Loyds 

Quarto no Hotel Loyds em Medellin

Foto de www.loydshotel.com

Pros: Camas muito confortáveis, bom WC, boa localização na zona de El Poblado, ótimo Wi-Fi

Cons: Nada em particular na verdade.

Ver mais do Hotel Loyds

Outras opções de Alojamento em Medellín

Cartagena

> Casa Mary

Terraço na Casa Mary em Cartagena
Pros: Boa localização na zona de Getsemani, camas confortáveis, bom pequeno-almoço, terraço, ambiente pitoresco

Cons: Sem água quente no duche

Ver mais da Casa Mary

Outras opções de Alojamento em Cartagena

El Zaino (Tayrona)

Casa Antawara

Quarto na Casa Antawara em El Zaino, TayronaPros: Quartos particularmente bonitos e confortáveis, boa localização perto da entrada para o Parque Tayrona, bom pequeno-almoço, staff simpático, piscina.

Cons: Sem água quente no duche

Ver mais da Casa Antawara

Outras opções de Alojamento em El Zaino

Santa Marta

Flamingo Hostel & Coworking

Corredor do Flaming Coworking em Santa Marta, Colômbia

Foto de www.flamingocoworking.com


Pros:
Quartos bem decorados e camas confortáveis, boa localização no centro de Santa Marta, ótimo Wi-Fi, boa zona de coworking

Cons: Pequeno-almoço não incluído

Ver mais do Flamingo Hostel & Coworking

Outras opções de Alojamento em Santa Marta

Villavieja (Deserto de Tatacoa)

> Hotel Colonial Villavieja

Pátio do Hotel Colonial Villavieja
Pros:
Staff muito simpático (especialmente o proprietário), boa localização, camas confortáveis, tranquilo

Cons: Nada a apontar a não ser a ausência de piscina, mas que sei que está nos planos para 2020.

Ver mais do Hotel Colonial Villavieja

Outras opções de Alojamento em Villavieja

O que ver e fazer na Colômbia

Bogotá

Plaza Simon Bolívar em BogotáO principal ponto de entrada para a maioria dos viajantes que passam pela Colômbia, Bogotá, a capital, é uma cidade a explorar. É uma cidade repleta de história, particularmente visivel no centro histórico conhecido como Candelária, uma gastronomia variada e absolutamente deliciosa. Poderá intimidar no início mas rapidamente se entranha e nos faz sentir em casa. A vista do topo do Parque Monserrate (acessível por teleférico) faz-nos perceber a gigantesca dimensão desta cidade.

Alojamento em Bogotá

Salento 

Vista sobre o Bosque de Palmas no Valle de Cocora, na ColômbiaNão há quem pense em ir à Colômbia que não se tenha sentido particularmente inspirado pelas fotografias de um vale decorado com palmeiras gigantes, conhecido como Valle de Cocora. Salento é a base ideal para quem procura visitar este vale, estando a apenas 20 minutos de distância de jeep. O melhor de tudo é que é uma pequena cidade encantadora, repleta de casas coloridas e ruas pitorescas, que nos faz sentir em casa.

Alojamento em Salento

Medellín

Entrada da Comuna 13 em MedellinPalco de violentos confrontos e ataques nos últimos anos originados pelo tráfico de droga e pelas consequências de uma guerra civil que assolou o país durante 50 anos, Medellín é hoje uma cidade que se encontra em pleno processo de regeneração. A não perder uma visita guiada à Comuna 13, um dos bairros desfavorecidos que passou de local proibido a uma atração turística. Inúmeros incríveis grafitis que hoje decoram as suas paredes assim como frequentes demonstrações de dança e música hip hop deram uma inesperada nova vida e uma dose acrescida de esperança aos seus habitantes.

Alojamento em Medellín

Cartagena

Ruas de Cartagena de las Indias na ColômbiaÉ um dos grandes destinos turísticos da Colômbia e quem a visita percebe bem porquê. O melhor que há para fazer em Cartagena é deixares-te perder nas pitorescas ruas da sua cidade velha amuralhada com uma câmera fotográfica na mão. Se gostas de dançar, Cartagena é também o destino ideal para ti. Os caribenhos não perdem oportunidade de dar um pezinho de dança ao som caliente e ritmado de Salsa. O Café Havana, localizado na zona de Getsemani é uma ótima escolha. 

Alojamento em Cartagena

Parque Tayrona

Praia no Parque TayronaSe dás por ti frequentemente a definir-te como amante da natureza, então o Parque Nacional Natural Tayrona é ponto obrigatório no teu roteiro de viagem pela Colômbia. Imagina uma selva densa, viva, habitada por vários animais selvagens e populações indígenas, banhada por um mar de águas quentes e cristalinas. Soa-te bem? Então bem-vinda ao Parque Tayrona. 

Alojamento em Tayrona

Palomino

Praia em Palomino na ColômbiaPalomino para mim foi só uma paragem de algumas horas mas que me deixou totalmente encantada. Uma boa comparação será Port Barton, nas Filipinas, para quem conhece. Uma pequena vila piscatória, tranquila, onde a descontração é quase palpável, atravessada por estradas não alcatroadas que te levam a uma praia de águas quentes e areias douradas. Se voltar um dia à Colômbia, é certo que voltarei a Palomino para uma estadia um pouco mais demorada.

Alojamento em Palomino

Minca 

Cascata em Minca na ColômbiaEste é outro destino obrigatório para todos os amantes de natureza. Cascatas, miradouros que te oferecem algumas das vistas mais incríveis de sempre, um ar puro e inúmeras oportunidades para trekkings num ambiente natural de beleza inquestionável, assim é Minca. Quase obrigatória é uma passagem pela Casa Elemento para a mítica fotografia na sua gigante cama de rede.

Alojamento em Minca

Santa Marta

Baía de Santa Marta

Foto de Marjolein van Son

Confesso que visitei Santa Marta porque tinha de parar pelo menos um dia num local que me oferecesse bom Wi-Fi de forma a despachar trabalho pendente, mas acabei por ser surpreendida. Santa Marta é bastante conhecida pela sua vida noturna, mas quem a percorre durante o dia descobre uma cidade com algum charme, banhada pelo mar das Caraíbas.

Alojamento em Santa Marta

Deserto de Tatacoa

Deserto vermelho de Tatacoa na ColômbiaAdmito: o deserto de Tatacoa foi um dos destinos que mais me fascinaram nesta viagem pela Colômbia. É impossível não sermos totalmente arrebatados pelo ambiente mágico que se sente no deserto, pela calma das suas gentes e resiliência da sua vida animal e vegetal. Obrigatório um tour completo pelo deserto vermelho e o deserto cinzento, assim como uma sessão de observação de astros num dos Observatórios que lá se encontram. A melhor base para explorar o deserto é a pequena cidade de Villavieja.

Alojamento em Villavieja

Locais que não visitei mas que estiveram no roteiro:

  • Caño Cristales
    • Um rio de beleza surreal, localizado na Sierra de la Macarena, no centro da Colômbia. Caño Cristales é conhecido pelas cores vivas originadas por uma alga que ali floresce entre os meses de julho e novembro.
  • San Andrés & Isla Providencia 
    • Duas ilhas de praias paradisíacas que fazem as delícias de visitantes nacionais e estrangeiros. San Andres é mais turistica do que Providencia que oferece um ambiente mais descontraído e tranquilo.
  • Cali
    • A segunda maior cidade da Colômbia, também conhecida como a capital da Salsa e como “Ramo do Céu”. 

Gostaste do artigo? Então não te esqueças de deixar um comentário abaixo e de seguires o Joland através do Instagram e Facebook!

Este artigo poderá conter links de afiliados.

☆ Aproveita o desconto de 5% para seguidores do Joland na compra de um Seguro de Viagem IATI através deste link: Seguro de Viagem IATI ☆ 
➪ Planeia a tua viagem com estes links úteis

Alojamento:
Para reservas de alojamento uso sempre o Booking ou o AirBnb.

Reservar Voos:
Para encontrares os melhores voos para as tuas viagens recomendo o Skyscanner.

Seguro de Viagem:
Para te manteres segura em viagem recorre aos seguros da IATI Seguros* ou da World Nomads
* aproveita o desconto de 5% nos seguros da IATI ao reservares através do link acima

Tours e Atividades:
Para reserva de tours e atividades em vários destinos recomendo a Get Your Guide

Alugar Carro:
Para alugar carro uso sempre a Rentalcars.com

Transportes
Para compra de bilhetes para transportes na Ásia recomendo o 12go.asia ou o Baolau